Domingo, 25 de Novembro de 2007

Steaua - Dinamo

Derby de Bucareste. Com um abraço dos ultras do Dinamo.

publicado por velhoestilo às 21:22
link do post | comentar | favorito
|

Steaua - Dinamo

Derby de Bucareste. Com um abraço dos ultras do Dinamo.

publicado por velhoestilo às 21:22
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Novembro de 2007

Semanas de Loucos

Felizmente uma brecha de tempo permitiu ter algum tempo disponível para escrever e vamos tentar fazê-lo um pouco acerca de todos os assuntos, já que nesta última semana tanto há a escrever.

Comecemos por uma das situações que mais gozo nos deu (a outra foi a copiosa derrota por 6-1 infligida a um Boavista já não protegido pelo “sistema”) num par de semanas que se mostrou negro.
A Roma visitou Lisboa. Neste caso Alvalade. Esperávamos há bastante tempo por este momento e as nossas expectativas não saíram defraudadas. Não só estaríamos presente a melhor curva italiana da actualidade (ao nível apenas o Napoli) assim como era uma excelente oportunidade de rever na nossa cidade amigos feitos ao longo de deslocações por essa Europa fora. Tirando o facto de o primeiro encontro ser feito à mesa com mais de 40 pessoas a assistir à derrota em Glasgow, o resto foi quase perfeito. A estadia foi feita de enorme convívio e muita conversa acerca das semelhanças e diferenças entre ambas as “cenas”. O Bairro Alto foi ponto de passagem. Assim como uma almoçarada à beira Tejo. No dia do jogo conseguimos uma excelente concentração “selvagem” de 70 ultras assim como uma deslocação para Alvalade que (ao contrário do que os “controladores” desejavam) terminou em Telheiras e não no Campo Grande. Pequeno cortejo sem qualquer tipo de oposição até ao estádio de Alvalade. As horas que passaram junto às barracas de “comes e bebes” também foram sem qualquer tipo de problemas, mas algo seria difícil de acontecer tal o elevado controlo policial que existia no perímetro do Estádio. Os Romanos eram simplesmente seguidos para todo o lado que se deslocavam. E a nossa presença foi rapidamente notada.
Entrámos no Estádio e colocamos o nosso pano. A nossa presença e o reconhecimento de amizade por parte dos “gialorossi”. Surgem os primeiros problemas. Os elementos da Brigada Ultras (???) Sporting pura e simplesmente lembram-se de “bufar” a nossa presença e exigir (!!!!) à PSP (!!!!) que retirássemos o nosso pano. Recebemos ameaças de apreensão do mesmo. Com que bases? “É um incentivo à violência”. Por amor de Deus, em que país estamos ???? Isto completado pelo simples facto que um dos BUFOS (o mais activo por sinal) estava equipado para apoiar o Sporting com uma camisola do Celtic de Glasgow e com um cachecol “Anti- Benfica”. Ultra ? Bufo? Palhaço? Não sabemos. Perdeu foi uma boa oportunidade para estar calado. E respeitar uma amizade (em termos pessoais) que existe e se encontra consolidada. As amizades, como as rivalidades, fazem parte do Movimento Ultras. E merecem respeito. Mas acredito que a questão de amizades seja um bocado confusa para os lados de Alvalade. Então a JL mostra uma frase a dizer “Viola Sempre” referindo-se à amizade entre Sportinguistas e Fiorentinos e a amizade não era com um ex-JL, ex-DUXXI, ex-cantor e actual escritor (!!!!) ???? E as ligações aos ultras do Inter ? Perfeita foi a frase da mesma JL a referir a amizade entre benfiquistas e romanos. Além de a reconhecerem de facto, permitiram que os “gialorossi” insultassem ainda mais com a nossa simbologia. O mais sincero obrigado !!!!

Tudo muito turvo para as bandas de Alvalade.



Assim como o cachecol que colocamos online, disponível aos milhares nas bancas de Alvalade. Reparem no pormenor do símbolo. É para isto que serve a legalização?

Falando do comportamento das curvas em si, os romanos em bom plano. Cerca de 1500 com os cânticos a serem divididos entre o pessoal da “parte basa” (onde estávamos) e os grupos Fedayn e Ultras Romani, que na bancada de Alvalade ficaram junto ao relvado. A primeira parte foi boa, mas após a reviravolta do Sporting foram um pouco abaixo. É obvio que o empate nos últimos minutos inverteu a situação e os romanos terminaram em grande estilo.

Do lado sportinguista uma surpreendente prestação do DUXXI. O grupo sem dúvida mais constante. Boa surpresa. De resto nada a assinalar. Na JL longe vão os tempos gloriosos, a Torcida mais do mesmo e a Brigada não vai longe com as atitudes que tiveram. Para serem iguais à TV em atitude (de merda…) não valia a pena se separarem…

No final da partida algumas ameaças de escaramuças nas escadarias do Alvaláxia junto à sede da JL. No entanto nada demais, senão os típicos insultos e uns arremessos esporádicos de objectos. Só deixamos uma questão em aberto. Se a ordem dos jogos fosse a inversa, será que os ultras sportinguistas teriam a mesma atitude provocatória? Duvidamos…

A semana teve um acontecimento importante que quase passou em claro na maioria dos média. O Sr.Laurentino que gosta de aparecer a falar das claques prestou declarações vergonhosas. Os Media abafaram a questão de algo mais importante que qualquer assembleia geral do SLB em que o presidente é insultado. Afinal, declarações irresponsáveis de um suposto responsável político praticamente caíram em saco roto. É mais importante a polémica do Blog ACAB Portugal. Digno de páginas de jornais e notícias de telejornal. Será que o “Portugal Democrático” que vai propor o encerramento do Blog ou a retirada das fotos e das ameaças aos polícias vai fiscalizar as páginas de Hi5 dos mesmos e ordenar a retirada das fotos das suas façanhas? Ou há moralidade ou comem todos…

Finalizamos com a página mais negra. Um adepto da Lazio foi assassinado na área de serviço de Arezzo. O movimento ultra italiano uniu-se em torno desta morte e o poder político de Itália uniu-se contra o movimento ultra. O ministro Amato continua a fazer das suas e algo me diz que alem das transfertas acabarem ainda vamos assistir a mais detenções (devido aos incidentes verificados após a morte do jovem em toda a Itália) e a mais leis repressivas. E também que a actual acusação de homicídio voluntário ao polícia vai se transformar em involuntário e … a ver vamos.

Duas notas de pensamento:

A primeira para os Ultras Italianos. A morte do Gabriele Sandri é um triste e trágico momento. Foi morto por um polícia stradale mas poderia acontecer também devido aos confrontos nem sempre leais que semanas após semana se verificam em Itália. Devia ser altura de repensar algo, em vez do fim de tudo. Porque este momento uniu a totalidade dos Ultras italianos, algo impensável noutra situações. É necessária a morte?

A segunda para a situação em si, e para o seu paralelismo ao que se passa em Portugal. Acreditem que uma situação destas é possível tal a paranóia com que actualmente se tratam os grupos organizados de adeptos. Fazem falta pessoas com a devida formação para lidarem com o fenómeno. Os Ultras não são nem bandidos nem criminosos. Seguimos apenas o nosso coração em prol de um clube. Quando entenderem isso conseguem entender quase tudo. Em Portugal, em Itália ou no Paquistão.

PS: em relação à situação dos grupos benfiquistas muito se tem internetespeculado, mas até agora nada de fumo branco…

publicado por velhoestilo às 22:53
link do post | comentar | favorito
|

Semanas de Loucos

Felizmente uma brecha de tempo permitiu ter algum tempo disponível para escrever e vamos tentar fazê-lo um pouco acerca de todos os assuntos, já que nesta última semana tanto há a escrever.

Comecemos por uma das situações que mais gozo nos deu (a outra foi a copiosa derrota por 6-1 infligida a um Boavista já não protegido pelo “sistema”) num par de semanas que se mostrou negro.
A Roma visitou Lisboa. Neste caso Alvalade. Esperávamos há bastante tempo por este momento e as nossas expectativas não saíram defraudadas. Não só estaríamos presente a melhor curva italiana da actualidade (ao nível apenas o Napoli) assim como era uma excelente oportunidade de rever na nossa cidade amigos feitos ao longo de deslocações por essa Europa fora. Tirando o facto de o primeiro encontro ser feito à mesa com mais de 40 pessoas a assistir à derrota em Glasgow, o resto foi quase perfeito. A estadia foi feita de enorme convívio e muita conversa acerca das semelhanças e diferenças entre ambas as “cenas”. O Bairro Alto foi ponto de passagem. Assim como uma almoçarada à beira Tejo. No dia do jogo conseguimos uma excelente concentração “selvagem” de 70 ultras assim como uma deslocação para Alvalade que (ao contrário do que os “controladores” desejavam) terminou em Telheiras e não no Campo Grande. Pequeno cortejo sem qualquer tipo de oposição até ao estádio de Alvalade. As horas que passaram junto às barracas de “comes e bebes” também foram sem qualquer tipo de problemas, mas algo seria difícil de acontecer tal o elevado controlo policial que existia no perímetro do Estádio. Os Romanos eram simplesmente seguidos para todo o lado que se deslocavam. E a nossa presença foi rapidamente notada.
Entrámos no Estádio e colocamos o nosso pano. A nossa presença e o reconhecimento de amizade por parte dos “gialorossi”. Surgem os primeiros problemas. Os elementos da Brigada Ultras (???) Sporting pura e simplesmente lembram-se de “bufar” a nossa presença e exigir (!!!!) à PSP (!!!!) que retirássemos o nosso pano. Recebemos ameaças de apreensão do mesmo. Com que bases? “É um incentivo à violência”. Por amor de Deus, em que país estamos ???? Isto completado pelo simples facto que um dos BUFOS (o mais activo por sinal) estava equipado para apoiar o Sporting com uma camisola do Celtic de Glasgow e com um cachecol “Anti- Benfica”. Ultra ? Bufo? Palhaço? Não sabemos. Perdeu foi uma boa oportunidade para estar calado. E respeitar uma amizade (em termos pessoais) que existe e se encontra consolidada. As amizades, como as rivalidades, fazem parte do Movimento Ultras. E merecem respeito. Mas acredito que a questão de amizades seja um bocado confusa para os lados de Alvalade. Então a JL mostra uma frase a dizer “Viola Sempre” referindo-se à amizade entre Sportinguistas e Fiorentinos e a amizade não era com um ex-JL, ex-DUXXI, ex-cantor e actual escritor (!!!!) ???? E as ligações aos ultras do Inter ? Perfeita foi a frase da mesma JL a referir a amizade entre benfiquistas e romanos. Além de a reconhecerem de facto, permitiram que os “gialorossi” insultassem ainda mais com a nossa simbologia. O mais sincero obrigado !!!!

Tudo muito turvo para as bandas de Alvalade.



Assim como o cachecol que colocamos online, disponível aos milhares nas bancas de Alvalade. Reparem no pormenor do símbolo. É para isto que serve a legalização?

Falando do comportamento das curvas em si, os romanos em bom plano. Cerca de 1500 com os cânticos a serem divididos entre o pessoal da “parte basa” (onde estávamos) e os grupos Fedayn e Ultras Romani, que na bancada de Alvalade ficaram junto ao relvado. A primeira parte foi boa, mas após a reviravolta do Sporting foram um pouco abaixo. É obvio que o empate nos últimos minutos inverteu a situação e os romanos terminaram em grande estilo.

Do lado sportinguista uma surpreendente prestação do DUXXI. O grupo sem dúvida mais constante. Boa surpresa. De resto nada a assinalar. Na JL longe vão os tempos gloriosos, a Torcida mais do mesmo e a Brigada não vai longe com as atitudes que tiveram. Para serem iguais à TV em atitude (de merda…) não valia a pena se separarem…

No final da partida algumas ameaças de escaramuças nas escadarias do Alvaláxia junto à sede da JL. No entanto nada demais, senão os típicos insultos e uns arremessos esporádicos de objectos. Só deixamos uma questão em aberto. Se a ordem dos jogos fosse a inversa, será que os ultras sportinguistas teriam a mesma atitude provocatória? Duvidamos…

A semana teve um acontecimento importante que quase passou em claro na maioria dos média. O Sr.Laurentino que gosta de aparecer a falar das claques prestou declarações vergonhosas. Os Media abafaram a questão de algo mais importante que qualquer assembleia geral do SLB em que o presidente é insultado. Afinal, declarações irresponsáveis de um suposto responsável político praticamente caíram em saco roto. É mais importante a polémica do Blog ACAB Portugal. Digno de páginas de jornais e notícias de telejornal. Será que o “Portugal Democrático” que vai propor o encerramento do Blog ou a retirada das fotos e das ameaças aos polícias vai fiscalizar as páginas de Hi5 dos mesmos e ordenar a retirada das fotos das suas façanhas? Ou há moralidade ou comem todos…

Finalizamos com a página mais negra. Um adepto da Lazio foi assassinado na área de serviço de Arezzo. O movimento ultra italiano uniu-se em torno desta morte e o poder político de Itália uniu-se contra o movimento ultra. O ministro Amato continua a fazer das suas e algo me diz que alem das transfertas acabarem ainda vamos assistir a mais detenções (devido aos incidentes verificados após a morte do jovem em toda a Itália) e a mais leis repressivas. E também que a actual acusação de homicídio voluntário ao polícia vai se transformar em involuntário e … a ver vamos.

Duas notas de pensamento:

A primeira para os Ultras Italianos. A morte do Gabriele Sandri é um triste e trágico momento. Foi morto por um polícia stradale mas poderia acontecer também devido aos confrontos nem sempre leais que semanas após semana se verificam em Itália. Devia ser altura de repensar algo, em vez do fim de tudo. Porque este momento uniu a totalidade dos Ultras italianos, algo impensável noutra situações. É necessária a morte?

A segunda para a situação em si, e para o seu paralelismo ao que se passa em Portugal. Acreditem que uma situação destas é possível tal a paranóia com que actualmente se tratam os grupos organizados de adeptos. Fazem falta pessoas com a devida formação para lidarem com o fenómeno. Os Ultras não são nem bandidos nem criminosos. Seguimos apenas o nosso coração em prol de um clube. Quando entenderem isso conseguem entender quase tudo. Em Portugal, em Itália ou no Paquistão.

PS: em relação à situação dos grupos benfiquistas muito se tem internetespeculado, mas até agora nada de fumo branco…

publicado por velhoestilo às 22:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 11 de Novembro de 2007

Ogni maledetta domenica

Tínhamos decidido postar hoje acerca de todos os acontecimentos da passada semana assim como a partida de hoje.

Os incidentes em Itália vão envolver um trabalho que queremos postar, fazendo a ponte entre as leis repressivas que nada resolvem em ambos os países.

Aguardem mais uns dias.

Avanti Ultras !
publicado por velhoestilo às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

Ogni maledetta domenica

Tínhamos decidido postar hoje acerca de todos os acontecimentos da passada semana assim como a partida de hoje.

Os incidentes em Itália vão envolver um trabalho que queremos postar, fazendo a ponte entre as leis repressivas que nada resolvem em ambos os países.

Aguardem mais uns dias.

Avanti Ultras !
publicado por velhoestilo às 23:58
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 4 de Novembro de 2007

Crimes e Escapadelas

Chega o fim-de-semana (com a bola a rolar…) e as notícias não para de chegar.

Na Direcção do Sport Lisboa e Benfica continuam a troca de acusações em praça pública entre actuais e ex-dirigentes, denotando um grande mal-estar no interior do Clube e da SAD (but true…).

O Presidente Vieira contra-ataca os seus opositores e surge com promessas de diálogo para com os grupos organizados do Benfica. Vamos ver se estas promessas não são iguais às da “porta de gabinete sempre aberta”… E Sr. Presidente Vieira, como se pode chamar a um responsável que se esquece de pedir os bilhetes aos quais temos direito para um Porto-Benfica ? Inconsciente? Insolente? Incompetente? Hum…Hum…

O Benfica deslocou-se a Paços de Ferreira. E que bela “transferta” foi. A viagem, o apoio, o jantar após o jogo e o espírito que se viveu nesta deslocação foi simplesmente fantástico. Apesar do preço excessivo dos bilhetes, os adeptos do Benfica marcaram presença (com números inferiores a anteriores prestações em Paços, mas mesmo assim bastante honrosa) e foram brindados com uma vitória num terreno por norma bastante complicado e que devolve a esperança no campeonato. No final a equipa aplaudiu os adeptos. Atitude que SEMPRE deveria existir. Independentemente do resultado.

A manhã de domingo desperta com “mais do mesmo” no que toca aos excessos. Desta vez a “Fúria Azul” decidiu meter a “boca no trombone” e apresentar queixa contra um dos “spotters” que os costuma acompanhar.

O mais certo é o “spotter” deixar de aparecer. Se o mesmo acontecer neste caso vamos deixar de ser brindados com a presença de homónimos de prémio Nobel. Talvez o Corpo de Segurança Pessoal da PSP surja como a sua Lanzarote, à semelhança do que aconteceu com o responsável da equipa de “spotters” que agrediu o Rui Miguel no Benfica-Porto de há uns anos atrás. De vez em quando ainda aparece na TV a fazer o seu trabalho. Os Estádios foram por momentos locais mais seguros…

publicado por velhoestilo às 21:41
link do post | comentar | favorito
|

Crimes e Escapadelas

Chega o fim-de-semana (com a bola a rolar…) e as notícias não para de chegar.

Na Direcção do Sport Lisboa e Benfica continuam a troca de acusações em praça pública entre actuais e ex-dirigentes, denotando um grande mal-estar no interior do Clube e da SAD (but true…).

O Presidente Vieira contra-ataca os seus opositores e surge com promessas de diálogo para com os grupos organizados do Benfica. Vamos ver se estas promessas não são iguais às da “porta de gabinete sempre aberta”… E Sr. Presidente Vieira, como se pode chamar a um responsável que se esquece de pedir os bilhetes aos quais temos direito para um Porto-Benfica ? Inconsciente? Insolente? Incompetente? Hum…Hum…

O Benfica deslocou-se a Paços de Ferreira. E que bela “transferta” foi. A viagem, o apoio, o jantar após o jogo e o espírito que se viveu nesta deslocação foi simplesmente fantástico. Apesar do preço excessivo dos bilhetes, os adeptos do Benfica marcaram presença (com números inferiores a anteriores prestações em Paços, mas mesmo assim bastante honrosa) e foram brindados com uma vitória num terreno por norma bastante complicado e que devolve a esperança no campeonato. No final a equipa aplaudiu os adeptos. Atitude que SEMPRE deveria existir. Independentemente do resultado.

A manhã de domingo desperta com “mais do mesmo” no que toca aos excessos. Desta vez a “Fúria Azul” decidiu meter a “boca no trombone” e apresentar queixa contra um dos “spotters” que os costuma acompanhar.

O mais certo é o “spotter” deixar de aparecer. Se o mesmo acontecer neste caso vamos deixar de ser brindados com a presença de homónimos de prémio Nobel. Talvez o Corpo de Segurança Pessoal da PSP surja como a sua Lanzarote, à semelhança do que aconteceu com o responsável da equipa de “spotters” que agrediu o Rui Miguel no Benfica-Porto de há uns anos atrás. De vez em quando ainda aparece na TV a fazer o seu trabalho. Os Estádios foram por momentos locais mais seguros…

publicado por velhoestilo às 21:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Os Dias Seguintes

Os dias que se seguiram à polémica Assembleia-geral da Luz encheram a comunicação social de notícias acerca do tema e houve também jornais que tentaram ir um pouco mais longe.

A BOLA ouviu os Diabos e conseguiu um excelente trabalho por parte do Gonçalo Guimarães, mostrando o outro lado da questão.

Outros jornais houve (a destacar o Record e o Correio da Manhã…) que pura e simplesmente alinharam pela especulação. O Record ouvindo um “suposto” elemento dos NN, o CM afirmando com todas as letras que os DV se encontravam em processo de legalização.

Ora quem leia A BOLA (ou mesmo O JOGO) consegue perceber que o que foi feito(em relação aos DV) foram contactos exploratórios após as “ameaças” do Benfica, decidindo o grupo não avançar.

No Record ainda assistimos às diversas considerações do Rui Santos. Para ser sincero diz algumas verdades, especialmente no que toca ao tempo das claques servirem os dirigentes dos clubes (quantas quotas foram pagas e favores pedidos?) e especialmente no ponto em que diz que os elementos das claques se sentem mais benfiquistas que os elementos da SAD (but true…) do Benfica. Nada mais verdadeiro.

Os Grupos esperam agora que o Presidente Vieira e os restantes Órgãos Sociais do Benfica cumpram as promessas que transformaram em Comunicado (já anteriormente dissecado aqui). Até porque o que sussurra por agora diz que o Presidente Vieira desconhecia a situação das claques e ficou surpreendido com o sucedido na AG. Pergunto o que anda a fazer no Benfica. Já que do futebol não trata, dos sócios também não.. Só se for do Ciclismo e da equipa que esse grande benfiquista João Lagos está a formar…

Estaremos atentos…

No entanto, logo no primeiro jogo após a segunda-feira quente eis que as “garras” da repressão e ignorância voltaram a aparecer.

O Vitória (ou a Prosegur ou a PSP ou a Meninas da Ribeira do Sado…) decidiu pura e simplesmente banir do seu estádio (estádio ????) toda e qualquer simbologia referente aos grupos encarnados. Ora aliado a esta vontade férrea surgiram uma legião de simplesmente 40 Prosegur’s para garantir a revista, juntamente com os seus funcionários da PSP (paga pelos contribuintes).


Assistiu-se de tudo. Além das enormes filas (houve pessoas que só conseguiram entrar ao intervalo), adeptos ficaram sem camisolas, cachecóis, bandeiras e afins…

Está tudo louco?

Onde andava o Sr. Hermínio Loureiro para ver a excelente organização da Taça da Liga? Era um dos 500 espectadores do Beira-Mar vs Portimonense ou estava na fila a ver o resultado da política de segurança imposta pelo Vitória de Setúbal? Ou se calhar em Fátima, a rezar para que os “mauzões” das claques não dificultem ainda mais o seu “excelente” trabalho nesta época. A única coisa que a Taça da Liga provou é que com preços mais baixos (pelo menos nos jogos dos grandes…) o público adere mais. Mesmo com transmissão na TV.

Próxima paragem: Paços de Ferreira. Levem a voz e os ténis brancos. Já não deve dar para mais nada…

publicado por velhoestilo às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

Os Dias Seguintes

Os dias que se seguiram à polémica Assembleia-geral da Luz encheram a comunicação social de notícias acerca do tema e houve também jornais que tentaram ir um pouco mais longe.

A BOLA ouviu os Diabos e conseguiu um excelente trabalho por parte do Gonçalo Guimarães, mostrando o outro lado da questão.

Outros jornais houve (a destacar o Record e o Correio da Manhã…) que pura e simplesmente alinharam pela especulação. O Record ouvindo um “suposto” elemento dos NN, o CM afirmando com todas as letras que os DV se encontravam em processo de legalização.

Ora quem leia A BOLA (ou mesmo O JOGO) consegue perceber que o que foi feito(em relação aos DV) foram contactos exploratórios após as “ameaças” do Benfica, decidindo o grupo não avançar.

No Record ainda assistimos às diversas considerações do Rui Santos. Para ser sincero diz algumas verdades, especialmente no que toca ao tempo das claques servirem os dirigentes dos clubes (quantas quotas foram pagas e favores pedidos?) e especialmente no ponto em que diz que os elementos das claques se sentem mais benfiquistas que os elementos da SAD (but true…) do Benfica. Nada mais verdadeiro.

Os Grupos esperam agora que o Presidente Vieira e os restantes Órgãos Sociais do Benfica cumpram as promessas que transformaram em Comunicado (já anteriormente dissecado aqui). Até porque o que sussurra por agora diz que o Presidente Vieira desconhecia a situação das claques e ficou surpreendido com o sucedido na AG. Pergunto o que anda a fazer no Benfica. Já que do futebol não trata, dos sócios também não.. Só se for do Ciclismo e da equipa que esse grande benfiquista João Lagos está a formar…

Estaremos atentos…

No entanto, logo no primeiro jogo após a segunda-feira quente eis que as “garras” da repressão e ignorância voltaram a aparecer.

O Vitória (ou a Prosegur ou a PSP ou a Meninas da Ribeira do Sado…) decidiu pura e simplesmente banir do seu estádio (estádio ????) toda e qualquer simbologia referente aos grupos encarnados. Ora aliado a esta vontade férrea surgiram uma legião de simplesmente 40 Prosegur’s para garantir a revista, juntamente com os seus funcionários da PSP (paga pelos contribuintes).


Assistiu-se de tudo. Além das enormes filas (houve pessoas que só conseguiram entrar ao intervalo), adeptos ficaram sem camisolas, cachecóis, bandeiras e afins…

Está tudo louco?

Onde andava o Sr. Hermínio Loureiro para ver a excelente organização da Taça da Liga? Era um dos 500 espectadores do Beira-Mar vs Portimonense ou estava na fila a ver o resultado da política de segurança imposta pelo Vitória de Setúbal? Ou se calhar em Fátima, a rezar para que os “mauzões” das claques não dificultem ainda mais o seu “excelente” trabalho nesta época. A única coisa que a Taça da Liga provou é que com preços mais baixos (pelo menos nos jogos dos grandes…) o público adere mais. Mesmo com transmissão na TV.

Próxima paragem: Paços de Ferreira. Levem a voz e os ténis brancos. Já não deve dar para mais nada…

publicado por velhoestilo às 23:18
link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Game Over... Insert Coin....

. A ingrata final

. De Londres a Lisboa...

. Á Campeão

. Um Campeão Renovou

. Até Quando?

. É OFICIAL

. Adepto

. Enorme Minoria

. Comunicado Diabos Vermelh...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds