Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009

De regresso (mas com muita pouca vontade)

Tenho evitado escrever. Trata-se de uma medida com um pouco de profilaxia relativamente à minha sanidade. Sinceramente por vezes parece-me que o mais certo, o caminho mais correcto é deixar de acompanhar "este" Benfica. A racionalidade questiona-me constantemente com um "Bolas pah, vais gastar dinheiro e tempo para te chateares? És louco?". Por vezes essa racionalidade vence (por exemplo com o Metalist e agora na Trofa - tenho testemunhas que me viram dizer que não íamos lá ganhar...) por outras é vencida pelas coisas simples do futebol: estar com as pessoas de quem gostamos e ver a equipa que amamos. Sentimento esse que não se altera com qualquer tipo de resultado ou performance. Por isso mesmo sofre-se. Se nos fosse indiferente era muito mais fácil deixar de acompanhar, preocupar, "enfrentar" os colegas tripeiros e lagartos (a Santa Aliança) todas as segundas de manhã. Uma vez eles outras nós. É a lei do jogo. Acaba por ser a piada em tudo isto...

A parte má de deixar de escrever por alguns tempo é que os "fieis" leitores não nos deixam "descansar". Acaba por ser compensador ver os mails e comentários a pedir para escrevermos e a enviarem material para o blog. Hoje temos bastante prosa. Estão prontos? Vamos lá...

O Benfica sofreu a primeira derrota do Campeonato na Trofa. Acompanhei o jogo pela TV com a saudável distância que os tempos actuais me recomendam. O Trofense chega ao 2-0 e mudo para os Contemporâneos. Não consegui ver mais. É grave não é? O pouco que acompanhei deu para ver que o melhor foram mesmo os grupos do Benfica. Apoiaram sempre. A Curva Sul em grande na primeira parte, a Norte um pouco melhor na parte do segundo tempo que assisti. Para os números presentes (no total não mais de 400) o apoio foi mesmo o melhor da noite. Duas ressalvas: a primeira para o vergonhoso preço dos bilhetes para um jogo de domingo à noite. A segunda...bem... tochas na "tola" do GR do Trofense (já foi do SLB não foi???) podem dar jogos de castigo... Por mais que merecesse...

O FS, recém entrado na "familia" fez nos o favor de enviar este pequeno texto. Agradeço também ao pessoal que nos fez chegar as fotos.

"Na terça-feira, dia 9 de Dezembro dissemos: Em 1º lugar! E Agora?
Alguns responderam que já não era necessário jogar mais, já estava ganho, estávamos embalados para o título… Embalados estamos, mas é com dois melões na mona que…
Bem, falando de coisas sérias, o nosso Benfica de meio de época, não joga nada a bola. Sejamos realistas, falhar aqueles golos (Suazo no 1º minuto e Aimar ao minuto 18), de baliza aberta, e depois mais nada o jogo todo. Como é que é possível, já dizia o outro. Cruzamentos de jeito, nada; pontapés de cantos, nada; livres, nada; passes em profundidade, passes em ruptura nada, uma nulidade.
- E remates á baliza?
- Rematar a baliza? O que é isso? Nunca ouvi falar de tal coisa no futebol; remates á baliza? Palerma, não percebes nada de bola.

Destaques individuais:
Di Maria - Quêm? Não conheço! É aquele gajo que faz aquele pontapé em moinho que sai sempre por cima? Alguém, se faz favor, lhe segrede ao ouvido: - “Quando rematares, inclina o corpo para a frente”. Mas digam isto baixinho, senão ele ainda se assusta e diz outra vez que quer ir para Espanha.
Bynia – O que dizer? A quem afirme que é a equipa que não o entende, que é grande jogador e tal… outros dizem que não joga nada. Eu digo, o que lhe falta é cabeça. Futebol, pé, perna, cabeça. 

Grande Rui e Grande Quique. Já falaram em ambição, carácter, atitude, uma série de vezes, depois de derrotas ou empates, daqueles difíceis de engolir, mas quantas vezes é preciso repetir a mesma coisa nas conferências de imprensa pós-jogo? Se os jogadores ainda não perceberam, então chamem os juniores. Prefiro ser humilhado a jogar com os juniores, do que com jogadores, com ordenados milionários, pretendidos por essa Europa fora, mas que no Benfica continuam a marcar passo.

Quanto ao sector Visitante. CHEIO, como se quer um copo de vinho, á pinha.
Começou muito bem, com uma tochada dos Diabos, logo para abrir as hostilidades, com a bandeira do Mágico Benfica a dar a devida cobertura, contra olhares indiscretos.
Bons momentos de apoio a abrir quando a partida teve inicio, mas depois á medida que se ia vendo… nada, os cânticos e palmas foram esmorecendo. Na 2º parte, os cantos e livres ainda traziam algum ânimo, mas a forma como eram marcados, deixava toda a gente incrédula.
Referir ainda a estreia azarada da faixa Nandinha Crew On Tour que colheu muitos aplausos e números de telemóvel junto das moçoilas nortenhas.

Destaques (+)
- O Estádio do Trofense até que nem está mau. Estamos em cima do relvado, sente-se o cheiro a relva. Muito bom.
- A corrida desesperada do Paulo Lopes para salvar a sua vida quando uma tocha lhe caiu aos pés. Hilariante.
- Os panados, as batatas com sabor a picanha e a Sofia Arruda numa revista da especialidade.

Destaques (-)
- O preço exagerado dos bilhetes e que foi uma situação que passou em claro na comunicação social durante toda a semana com o silêncio cúmplice do Benfica quanto á situação. O adepto em Portugal é mesmo tratado abaixo de cão.
- A polícia nos estádios continua a fazer um mau trabalho em termos de organização. Obrigar os adeptos do Benfica a uma volta de 1 km, quando as viaturas estavam a 100 metros, não lembra a ninguém. Eles não têm a noção do ridículo.

Fora do relvado
O que é isto, pá? Era mesmo necessário? É isto que nos vai levar ao título? Este Clube tem com cada uma

Até quarta-feira não vou mais á bola, está decidido.
Vemo-nos em Guimarães. "

Outro mail que recebemos (e que tenho a liberdade de publicar com os devidos agradecimentos) vem do JE. É um texto algo extenso mas pleno de oportunidade especialmente depois da "roubalheira" em casa com o Nacional. Dada a extensão do texto e imagens que tem pedi a um colaborador da "casa" para o meter online. Podem consultar aqui. Peço desculpa ao JE pelo tempo que demorou a publicação.

O NP enviou-nos também um email que dispensa comentários. Afirmou apenas "Finalmente um jornaleiro escreve o que toda a gente vê…mas ninguém diz.". É clickar aqui.

Finalmente, e para perceberem melhor o que me vai na alma. Aqui vai o meu desabafo, quando a época dobrou a sua primeira metade:

Julho de 2008

Os jornais e o povo benfiquista desesperam por novidades acerca do novo treinador do Benfica. Já se sabia que o Director Desportivo era o “sebastiânico” Rui Costa. É feita uma demarche a Manchester. São filmados os “embaixadores” do Benfica a saírem de um hotel. Foram seguidos por outro “sebastiânico”: Sven Goran Eriksson.

Pergunta: Quem informou a SIC (penso que foi a SIC) de tal encontro à tal hora no tal hotel de Manchester?

Prossigo:

Goradas as negociações com Eriksson (o sueco queria era dinheiro para a reforma…) surgem outras personalidades para o cargo. Jorge Jesus (acreditem meus caros…) chegou a ser falado. Seriamente falado. Mas não. Aparece um “Sebastião” espanhol.

Os media aplaudem e rapidamente encontram todas as qualidades possíveis e imaginarias no novo mister. O público aplaude. Vem ai o novo Messias

Agosto de 2008

Um Estádio da Luz recebe a apresentação da equipa. Pela primeira vez vejo um Director Desportivo ser mais aplaudido que qualquer jogador. Comento isso com um amigo meu. E digo “Isto não vai correr bem…”.

Realizam-se os 2 primeiros jogos para a Liga. Empatamos em Vila do Conde. Sinal de Alarme? Não. A equipa está em construção. Segue-se um jogo com o Foculporto. Novo empate. Depois de estarmos a perder. Nada mau. Resultado satisfatório.

Setembro de 2008

“Aqueles dias em Setembro” começam com o jogo em Napoli. Péssimo. Salva-se um resultado frente a um Napoli bastante forte. E um Suazo que fez uma exibição de deixar água na boca. Foi ele o Herói de Napoli porque senão estaríamos fora da UEFA bem mais cedo (o que porventura teria sido melhor…)
Jogamos em Paços de Ferreira. Um campo sempre difícil. Um jogo de loucos. Resultado de 4-3 quando se podia (e devia…) ter resolvido a contenda logo na primeira parte. Pensei: “São jogos destes que valem a pena. Esta equipa acredita até ao fim…”
Um Napoli que ocupava à altura os lugares cimeiros da Serie A caiu perante o Benfica. Estamos (merecidamente) na fase de grupos da UEFA.
Final do mês. Derby. Um dos melhores jogos do Benfica esta época. Uma vitória sem espinhas. “Temos equipa !!!”

Outubro de 2008

Vamos a Berlim. Péssimo jogo. Sorte à mistura. Um empate que sabe a vitória. Até o Di Flop marcou. Fantástico.
Empatamos em Leixões. Mais um jogo sofrido. Mas com a lesão do Reyes logo ao início acabou por não ser assim tão mau e compreende-se que não seja fácil alterar toda uma táctica nos primeiros minutos. Ainda por cima começava a surgir o “super Leixões”.
Seguem-se Penafiel (péssimo jogo ganho nos penaltys…) e Naval (mais um sofrido 2-1 na Luz com um golo do Cardozo mesmo ao cair do pano…)

Novembro de 2008

O mês começa com uma das melhores exibições deste Benfica. Vitória em Guimarães. Boa exibição de Suazo e Aimar. Jogo duro e sofrido. Mas sim. Uma boa exibição. Benfica a crescer?
Nem por isso. O jogo com o Galatasaray põe a nu todas as debilidades. Derrota sem espinhas. Limpinho. No fim a Luz aplaude e incentiva a equipa. Nesse momento deviam ter percebido a dimensão do Benfica. Jogadores e Treinadores. Não perceberam. Seguem-se 3 vitórias consecutivas. Na Luz para a Taça contra o Aves (jogo resolvido na primeira parte), contra o Estrela da Amadora (mais um jogo sonolento com uma vitória por 1-0) e em Coimbra (boa exibição antes de Atenas).
Entrámos no descalabro.
Atenas foi o inicio. Podem-se encontrar justificações como “a falta de sorte”, “jogos destes só acontecem uma vez na vida” (o último assim já eu era vivo… Aliás os últimos assim eu assisti a ambos in loco: 7-0 de Vigo e 5-0 contra o Foculporto na Luz…), “os gregos são fanáticos” bla bla bla. Derrota. 5 a 1. Sem apelo nem agravo. Uma VERGONHA.


Dezembro de 2008

Empate na Luz contra um Setúbal que luta para não descer. Frango do Quim já nos descontos para ajudar à festa.
Segue-se o Marítimo. Pensei que fosse correr mal mas depois lembrei-me da sorte que costumamos ter no dia 7 de Dezembro. Resultado brutal: 6-0. Suazo à solta. Brilhante o Benfica. Seria a retoma? Nem por isso. Taça em Leixões com derrota nos penalties. Mas sem vontade de vencer. Segue-se o Metalist para a UEFA. A minha esperança era que tanto jogadores e treinadores percebessem o que é jogar no Benfica. Não precisavam de ganhar por 8-0. Bastava um golinho de diferença. Especialmente após as declarações do treinador adversário. Uma Luz despida de público e emoção viu mais uma derrota. Prego final no caixão da Europa 2008/2009. Finito.
Tudo mal? Não. O Benfica apesar dos tropeções comandava a Liga Tuga. Última jornada antes do Natal. Porto e Sporting empatam. Ao Benfica bastava vencer o Nacional na Luz para aumentar a vantagem. Fácil ! Nem por isso. Mais um mau jogo. E um empate. Chega o Natal e apesar de tudo continuamos lideres.

Janeiro de 2009

“Queremos manter a posição de lideres” - Quique Flores dixit

Derrota frente ao último. Péssima exibição. O Benfica está pior tacticamente hoje que o estava em Setembro. Os jogadores em vez de explodir (Suazo, Aimar, Carlos Martins, Balboa, Binya, Di Maria…) regridem. Alguns casos nem justificam por si só a contratação…

Encontrem os culpados. Pouco me interessa quem sejam. Não se escudem é em arbitragens e desonestidades. A mim isso pouco me interessa. O Benfica joga mal e porcamente. A equipa é um marasmo de equívocos tácticos e financeiramente não se justifica em nada este investimento sem retorno. E agora? Será que "o sermão" do Presidente Vieira e do DD Rui Costa servirá para alguma coisa?


Para finalizar (porque já vai bem longo este texto…) e assumindo humildemente que as minhas únicas aptidões de treinador e director desportivo se cingem ao Football Manager e a jogos como o da foto (e reconheco capacidades tanto ao Quique Flores como ao Rui Costa e assumo aqui que é de deixar o Treinador chegar ao final da época) , deixo algumas perguntas para quem queira responder:

- Porquê a constante oscilação exibicional do Benfica?

- Porque é que um jogador apontado por todos como um excelente activo do Benfica (David Luiz) seja hoje visto como um “passador” na defesa?

- Porquê um profissional do Benfica, pago por todos nós, esteja há quase 6 meses no Brasil a cuidar da família? Recebe o salário todo? Meteu “baixa”?

- Como e porquê o Balboa foi contratado?

- Porque é que um artista circense como o Di Maria continua no Benfica?

- Como explicar ao treinador que o Ruben Amorim joga muito melhor no miolo que a interior direito?

- Como é que depois do erro que foi contratar o Zahovic se consegue repetir o mesmo com o Aimar?

- Como é que um jogador como o Suazo (que provavelmente tem lugar na maioria dos planteis da Série A italiana) tem exibições tão displicentes no Benfica?

- O que faz o Mantorras no Benfica (além de representar o clube nas casas por esse mundo fora)?

- Qual o papel do Chalana e do Diamantino no Benfica? Se é observar jogos, como é que o Trofense nos ganha assim…limpinho?

- Como é que o Presidente LFV (desta vez estou contigo) se sentirá ao ver o tamanho investimento feito numa equipa de futebol que em Janeiro já está fora das competições europeias e Taça de Portugal. Perdeu a liderança do Campeonato e tem como troféu possível (tirando o Campeonato) a competição mais parva do panorama nacional: a Taça da Liga.

- Quem consegue explicar ao treinador que o Benfica precisa de 2 laterais (um para cada lado – que até pode permitir ao Maxi subir no terreno jogando o Ruben no centro ), um box-to-box (Carlos Martins uma desilusão até agora…) e porventura um extremo direito ?

- Como é que o Cardozo em vez de explodir esta época...piora?

- Qual é a real responsabilidade do Quique Flores na escolha dos jogadores do Plantel? Será o treinador o maior culpado?

E finalmente,

- Porque é que o Estádio da Luz é o único estádio da Europa onde os grupos do Benfica têm limitações ao material e simbologia a utilizar?

Obrigado pela vossa paciência… e até ao próximo post !!!

Boa sorte à rapaziada que se desloca a Guimarães. O Benfica são Vocês !
PS: Este ano não comi as 12 passas habituais à meia noite de 31. No entanto estavam todas pensadas. A além do titulo para o Benfica e para a Mágica, havia uma guardada para a subida de divisão da malta do Farense. Força Rapazes !!! Com ou sem passas !!!
publicado por velhoestilo às 22:08
link do post | favorito
De lourenco a 7 de Janeiro de 2009 às 20:31
a sofia arruda por muito boa q seja nunca sera melhor q a grande Nandinha!
as batatas sim senhor, uma delicia


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Game Over... Insert Coin....

. A ingrata final

. De Londres a Lisboa...

. Á Campeão

. Um Campeão Renovou

. Até Quando?

. É OFICIAL

. Adepto

. Enorme Minoria

. Comunicado Diabos Vermelh...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds