Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

Nuremberga, Alemanha, União Europeia


Coube em sorte ao Benfica para a 1ª ronda em que participa esta época na Taça UEFA a equipa alemã do Nuremberga.

Depois de um jogo na Luz onde ficou patente mais uma vez o fraco plantel do SLB e uma surpreendente massa humana que os alemães trouxeram para apoiar seguiu-se a deslocação à Alemanha. Para a equipa a obrigação de “defender” um magro 1-0. Para nós a obrigação de representar o Grupo num território que pelos vistos (depois das cenas em Lisboa) parecia algo hostil. No fundo acabou por ser uma excelente surpresa.
Não vou
perder tempo a falar em mais uma triste exibição, nos falhanços defensivos, no Luís Filipe ou como o Mantorras parece melhor que o Makukula. Isso fica para os “experts” do jogo da bola.
Vou falar de adeptos.

Nuremberga, Alemanha, União Europeia.
Na Alemanha, ao que saiba, não
existem claques legalizadas. O que assisti em Nuremberga era sem dúvida alguma o que gostava de ver na Luz. Um estádio completamente repleto (ok, aqui há um problema. O Estádio chama-se easyCredit Stadion. Mas os ultras chamam-lhe Max Morlock. Em homenagem a um antigo jogador) mesmo estando o clube nos últimos lugares do campeonato local (comparem apenas e só com as assistências do Benfica para a Taça de Portugal, uma competição que ainda podemos vencer sem recorrer a mágicas fórmulas matemáticas que visam esconder a gritante realidade), uma curva com vários grupos a cantar a uma só voz (grupo dominante os Ultras Nurnberg), bandeiras no tartan, etc etc etc. O preço do bilhete era 25€. Um bocado caro é verdade. Mas o mesmo permite viajar gratuitamente nos transportes públicos e se compararmos o nível salarial alemão com o nosso acabamos por achar um preço bastante acessível…
Que dizer do tifo inicial? Que dizer do apoio constante? Que dizer dos adeptos do Nuremberga
que nas bancadas junto a nós se levantavam e se juntavam aos cânticos e palmas vindo da curva oposta?
Bem, ali no meio dos
adeptos portugueses confesso que tive tristeza de estar ali. De ver o pessoal dos DV (uma presença de cerca de 60 membros com uma boa deslocação do pessoal de Paris, Bélgica, Suiça e Luxemburgo e um bom grupo vindo de Portugal) a puxar (assim como os NN no anel superior) e ver aqueles adeptos portugueses, na sua maioria emigrantes que vêm o Benfica poucas vezes ao ano, a pura e simplesmente a assistir ao jogo como de cinema se tratasse. Apoio nulo. Nem os “Benfica, Benfica, Benfica” nem o “Glorioso SLB”. Uma massa amorfa. Péssimo.
Pensei que seria um problema daquela gente
(sem qualquer sentido pejorativo) e que o público português não fosse tão mau. Mas somos. Realmente somos. Somos maus e não é apenas no apoio. Somos maus em quase tudo. Inventamos leis por tudo e por nada, a justiça não funciona, temos uma polícia com demasiados casos de corrupção, o nosso dirigismo desportivo é uma vergonha, os políticos nem vê-los a Justiça não existe e que dizer de uma classe jornalística que (ao contrário dos países mais “desenvolvidos”) parece claramente domesticada pelo grande poder (seja ele de quem for). Portugal é cada vez mais um sitio pior para se viver e ninguém diz nada. Tudo se cala e se conforma. E nós os Ultras? Ultras? Existe esse tal movimento Ultra? Não creio. Está morto e enterrado e ninguém faz nada para o salvar. O Movimento Ultra dos cortejos, dos tifos, das bandeiras, dos cânticos apenas encontra aqui e ali uns balões de oxigénio onde consegue sobreviver. Não se enganem. O movimento Ultra regulamentado e seguindo leis estipuladas por quem nada percebe de nós (não estou a falar de leis que punem crimes independentemente de se efectuarem em estádios ou não. Um crime é para ser punido) não é movimento ultra como tal. Não é.
Depois da Alemanha segue-se um jogo em casa com mais uma exibição deprimente. O Sector está no entanto mais composto quiçá com a aproximação do Derby, no entanto o sentimento é o mesmo. O nosso público não presta. Não é o do Benfica. É o português. Não tem a paixão do Italiano, o humor do britânico ou a organização e mecânica que vi na Alemanha. Somos iguais a nós próprios. Com umas centelhas aqui e ali de paixão que os poucos que ainda vão a um estádio com a sua bandeira ou com o seu cântico tentam contrariar. Infelizmente tudo isso é efémero e dura pouco. Aparecem novas tendências, novas modas e …. É o costume
Chego a casa na segunda e ligo a TV na Sic Notícias. O Dias Ferreira comenta a violência do ataque ao Rui Santos. Lembro-me de casos semelhantes e igualmente cobardes. O Dias Ferreira alerta para a preocupação que está a ser viver neste país. E alerta que os jovens já não querem aqui viver. Pela primeira vez concordei com ele. Vejo a capa da Bola de terça e lembro-me de outras capas. Espero que te ouçam Dias Ferreira… É que eu confesso que estou desejoso de me pôr a andar…

Carrega Benfica ! Últimos Românticos !!!

PS: os agradecimentos à Isabel Cutileiro e ao Sérgio por mais umas fotos.

publicado por velhoestilo às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Nuremberga, Alemanha, União Europeia


Coube em sorte ao Benfica para a 1ª ronda em que participa esta época na Taça UEFA a equipa alemã do Nuremberga.

Depois de um jogo na Luz onde ficou patente mais uma vez o fraco plantel do SLB e uma surpreendente massa humana que os alemães trouxeram para apoiar seguiu-se a deslocação à Alemanha. Para a equipa a obrigação de “defender” um magro 1-0. Para nós a obrigação de representar o Grupo num território que pelos vistos (depois das cenas em Lisboa) parecia algo hostil. No fundo acabou por ser uma excelente surpresa.
Não vou
perder tempo a falar em mais uma triste exibição, nos falhanços defensivos, no Luís Filipe ou como o Mantorras parece melhor que o Makukula. Isso fica para os “experts” do jogo da bola.
Vou falar de adeptos.

Nuremberga, Alemanha, União Europeia.
Na Alemanha, ao que saiba, não
existem claques legalizadas. O que assisti em Nuremberga era sem dúvida alguma o que gostava de ver na Luz. Um estádio completamente repleto (ok, aqui há um problema. O Estádio chama-se easyCredit Stadion. Mas os ultras chamam-lhe Max Morlock. Em homenagem a um antigo jogador) mesmo estando o clube nos últimos lugares do campeonato local (comparem apenas e só com as assistências do Benfica para a Taça de Portugal, uma competição que ainda podemos vencer sem recorrer a mágicas fórmulas matemáticas que visam esconder a gritante realidade), uma curva com vários grupos a cantar a uma só voz (grupo dominante os Ultras Nurnberg), bandeiras no tartan, etc etc etc. O preço do bilhete era 25€. Um bocado caro é verdade. Mas o mesmo permite viajar gratuitamente nos transportes públicos e se compararmos o nível salarial alemão com o nosso acabamos por achar um preço bastante acessível…
Que dizer do tifo inicial? Que dizer do apoio constante? Que dizer dos adeptos do Nuremberga
que nas bancadas junto a nós se levantavam e se juntavam aos cânticos e palmas vindo da curva oposta?
Bem, ali no meio dos
adeptos portugueses confesso que tive tristeza de estar ali. De ver o pessoal dos DV (uma presença de cerca de 60 membros com uma boa deslocação do pessoal de Paris, Bélgica, Suiça e Luxemburgo e um bom grupo vindo de Portugal) a puxar (assim como os NN no anel superior) e ver aqueles adeptos portugueses, na sua maioria emigrantes que vêm o Benfica poucas vezes ao ano, a pura e simplesmente a assistir ao jogo como de cinema se tratasse. Apoio nulo. Nem os “Benfica, Benfica, Benfica” nem o “Glorioso SLB”. Uma massa amorfa. Péssimo.
Pensei que seria um problema daquela gente
(sem qualquer sentido pejorativo) e que o público português não fosse tão mau. Mas somos. Realmente somos. Somos maus e não é apenas no apoio. Somos maus em quase tudo. Inventamos leis por tudo e por nada, a justiça não funciona, temos uma polícia com demasiados casos de corrupção, o nosso dirigismo desportivo é uma vergonha, os políticos nem vê-los a Justiça não existe e que dizer de uma classe jornalística que (ao contrário dos países mais “desenvolvidos”) parece claramente domesticada pelo grande poder (seja ele de quem for). Portugal é cada vez mais um sitio pior para se viver e ninguém diz nada. Tudo se cala e se conforma. E nós os Ultras? Ultras? Existe esse tal movimento Ultra? Não creio. Está morto e enterrado e ninguém faz nada para o salvar. O Movimento Ultra dos cortejos, dos tifos, das bandeiras, dos cânticos apenas encontra aqui e ali uns balões de oxigénio onde consegue sobreviver. Não se enganem. O movimento Ultra regulamentado e seguindo leis estipuladas por quem nada percebe de nós (não estou a falar de leis que punem crimes independentemente de se efectuarem em estádios ou não. Um crime é para ser punido) não é movimento ultra como tal. Não é.
Depois da Alemanha segue-se um jogo em casa com mais uma exibição deprimente. O Sector está no entanto mais composto quiçá com a aproximação do Derby, no entanto o sentimento é o mesmo. O nosso público não presta. Não é o do Benfica. É o português. Não tem a paixão do Italiano, o humor do britânico ou a organização e mecânica que vi na Alemanha. Somos iguais a nós próprios. Com umas centelhas aqui e ali de paixão que os poucos que ainda vão a um estádio com a sua bandeira ou com o seu cântico tentam contrariar. Infelizmente tudo isso é efémero e dura pouco. Aparecem novas tendências, novas modas e …. É o costume
Chego a casa na segunda e ligo a TV na Sic Notícias. O Dias Ferreira comenta a violência do ataque ao Rui Santos. Lembro-me de casos semelhantes e igualmente cobardes. O Dias Ferreira alerta para a preocupação que está a ser viver neste país. E alerta que os jovens já não querem aqui viver. Pela primeira vez concordei com ele. Vejo a capa da Bola de terça e lembro-me de outras capas. Espero que te ouçam Dias Ferreira… É que eu confesso que estou desejoso de me pôr a andar…

Carrega Benfica ! Últimos Românticos !!!

PS: os agradecimentos à Isabel Cutileiro e ao Sérgio por mais umas fotos.

publicado por velhoestilo às 22:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Chamada para a realidade

- Alô ?
- Olá Laurentino. Como está?
- Estou bem, e o meu amigo?
- Como Deus quer… Ando aqui com uns Apitos que me andam a por os nervos em franja…
- Pois imagino… Olha Hermínio, tenho aqui uma ideia muito boa que preciso da tua ajuda.
- Não tem nada a ver com frutas e cafés pois não?
- Não não, nada disso. É uma coisa boa e positiva. Já ouviste falar da lei 16/2004 ?
- Epah já há algum tempo que não vou lá ao parlamento… O que é isso?
- Foi uma Lei aprovada para o Euro 2004 mas que queremos aplicar agora as claques.
- Explica lá isso melhor…
- Vamos obrigar esses gajos a registarem-se e dessa maneira vamos conseguir evitar as diabruras deles…
- Tou a gostar… Conta lá mais…
- Sabes aquelas frases e coreografias que eles fazem a gozar connosco?
- Sim…
- Sabes aquelas bandeiras grandes e coloridas que tapam a visão às pessoas e às câmaras da Sportv ? E aqueles fumos e tochas que eles às vezes abrem com autorização dos clubes e da polícia?
- Sim, tenho reparado. Que tem ?
- Que tem? Isso é tudo uma porcaria pah. Afasta as famílias do futebol. Temos de recuperar as famílias para o futebol.
- Sim claro. As famílias são importantes…
- Pronto. Vou apertar com os Clubes e com a tua ajuda vamos punir as claques que façam coisas que não gostamos. Tas a ver?
- Certo. Isso parece-me bem…
- Boa. Vamos então acabar com as bandeiras, as coreografias, as frases, os estandartes, os megafones e os tambores. Assim eles não piam mais…
- Oh Laurentino isso parece-me muito bom. Assim acabamos também com as picardias ridículas nos blogs da moda acerca de quem fez a melhor coreografia e a melhor fumarada. Quem tem o melhor estandarte e canta mais alto.
- Óbvio.
- Assim eles não podem competir em mais nada…
- Claro.
- Mas olha lá, será que isso não vai fazer com que o pessoal que goste dessas coisas deixe os Grupos e que surja a violência como termos de comparação e forma de vender jornais em semanas de derbies?
- És louco. Almoças?
- Não dá. Já combinei com o Jorge Nuno. Tenho de lhe falar acerca do livro da Carolina. Parece que anda gente no Sul contente com ele…
- Um abraço
- Outro

PS: Qualquer semelhança com a realidade é pura ficção. Não pretendemos utilizar estes argumentos contra a Legalização tão apregoada pelas estruturas governamentais nem fazer juízos de valor em relação às situações que fizeram notícia esta semana. O problema é que a legalização obrigatória não ajuda em nada. Só piora…E não há alguém que veja isso…

publicado por velhoestilo às 15:51
link do post | comentar | favorito

Chamada para a realidade

- Alô ?
- Olá Laurentino. Como está?
- Estou bem, e o meu amigo?
- Como Deus quer… Ando aqui com uns Apitos que me andam a por os nervos em franja…
- Pois imagino… Olha Hermínio, tenho aqui uma ideia muito boa que preciso da tua ajuda.
- Não tem nada a ver com frutas e cafés pois não?
- Não não, nada disso. É uma coisa boa e positiva. Já ouviste falar da lei 16/2004 ?
- Epah já há algum tempo que não vou lá ao parlamento… O que é isso?
- Foi uma Lei aprovada para o Euro 2004 mas que queremos aplicar agora as claques.
- Explica lá isso melhor…
- Vamos obrigar esses gajos a registarem-se e dessa maneira vamos conseguir evitar as diabruras deles…
- Tou a gostar… Conta lá mais…
- Sabes aquelas frases e coreografias que eles fazem a gozar connosco?
- Sim…
- Sabes aquelas bandeiras grandes e coloridas que tapam a visão às pessoas e às câmaras da Sportv ? E aqueles fumos e tochas que eles às vezes abrem com autorização dos clubes e da polícia?
- Sim, tenho reparado. Que tem ?
- Que tem? Isso é tudo uma porcaria pah. Afasta as famílias do futebol. Temos de recuperar as famílias para o futebol.
- Sim claro. As famílias são importantes…
- Pronto. Vou apertar com os Clubes e com a tua ajuda vamos punir as claques que façam coisas que não gostamos. Tas a ver?
- Certo. Isso parece-me bem…
- Boa. Vamos então acabar com as bandeiras, as coreografias, as frases, os estandartes, os megafones e os tambores. Assim eles não piam mais…
- Oh Laurentino isso parece-me muito bom. Assim acabamos também com as picardias ridículas nos blogs da moda acerca de quem fez a melhor coreografia e a melhor fumarada. Quem tem o melhor estandarte e canta mais alto.
- Óbvio.
- Assim eles não podem competir em mais nada…
- Claro.
- Mas olha lá, será que isso não vai fazer com que o pessoal que goste dessas coisas deixe os Grupos e que surja a violência como termos de comparação e forma de vender jornais em semanas de derbies?
- És louco. Almoças?
- Não dá. Já combinei com o Jorge Nuno. Tenho de lhe falar acerca do livro da Carolina. Parece que anda gente no Sul contente com ele…
- Um abraço
- Outro

PS: Qualquer semelhança com a realidade é pura ficção. Não pretendemos utilizar estes argumentos contra a Legalização tão apregoada pelas estruturas governamentais nem fazer juízos de valor em relação às situações que fizeram notícia esta semana. O problema é que a legalização obrigatória não ajuda em nada. Só piora…E não há alguém que veja isso…

publicado por velhoestilo às 15:51
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Sem Comentários

publicado por velhoestilo às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sem Comentários

publicado por velhoestilo às 20:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Naval-Benfica 2007/2008

Saudações Ultras à autoridade que continua a atropelar os direitos básicos dos adeptos e a interpretar as leis como bem entendem.

Boa prestação DV. Boa presença, 90 minutos a cantar e ... Cor !!!

publicado por velhoestilo às 01:28
link do post | comentar | favorito

Naval-Benfica 2007/2008

Saudações Ultras à autoridade que continua a atropelar os direitos básicos dos adeptos e a interpretar as leis como bem entendem.

Boa prestação DV. Boa presença, 90 minutos a cantar e ... Cor !!!

publicado por velhoestilo às 01:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Nuremberg

Vitória por 1-0 em mais um jogo sofrível onde se destacaram o “eterno” Rui Costa, Luisão e o recém chegado Makukula.
Os 5000 alemães presentes na Luz deram um show de apoio e mais uma vez demonstraram as fragilidades da segurança do Estádio da Luz. Má organização. Má capacidade para gerir massas. Incompetência portanto.

Na nossa Curva, bem, que dizer? Não éramos muitos, é verdade. Mas grande espírito !!! Assim vale a pena ir aos jogos. Não foram 90 minutos sempre a cantar mas tivemos momentos muito bons com uma simples mas “rebelde” fumarada inicial a dar o mote.

Há que continuar a evoluir assim. Força Rapazes !!!
publicado por velhoestilo às 10:26
link do post | comentar | favorito

Nuremberg

Vitória por 1-0 em mais um jogo sofrível onde se destacaram o “eterno” Rui Costa, Luisão e o recém chegado Makukula.
Os 5000 alemães presentes na Luz deram um show de apoio e mais uma vez demonstraram as fragilidades da segurança do Estádio da Luz. Má organização. Má capacidade para gerir massas. Incompetência portanto.

Na nossa Curva, bem, que dizer? Não éramos muitos, é verdade. Mas grande espírito !!! Assim vale a pena ir aos jogos. Não foram 90 minutos sempre a cantar mas tivemos momentos muito bons com uma simples mas “rebelde” fumarada inicial a dar o mote.

Há que continuar a evoluir assim. Força Rapazes !!!
publicado por velhoestilo às 10:26
link do post | comentar | favorito

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Game Over... Insert Coin....

. A ingrata final

. De Londres a Lisboa...

. Á Campeão

. Um Campeão Renovou

. Até Quando?

. É OFICIAL

. Adepto

. Enorme Minoria

. Comunicado Diabos Vermelh...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds