Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2009

Só por isto...


...não mereciam perder
publicado por velhoestilo às 12:19
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

Só por isto...


...não mereciam perder
publicado por velhoestilo às 12:19
link | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Descubra as Diferenças




Para os mais distraídos, passamos a explicar.
A segunda frase (igual à primeira) tem os simbolos do Grupo. A segunda não.
Este tipo de política da SAD do Benfica (que continua a ser a única em Portugal a levantar estes problemas aos seus grupos organizados de Adeptos sobre a capa do "Como é o Benfica eles aproveitam tudo para nos punir") castra a identidade dos grupos e desrespeita a sua história.
Este assunto não é novo e já foi mais que uma vez depatido, apresentado e rebatido aqui neste vosso espaço. A oportunidade de postar isto surge como mote de resposta ao anónimo que comentou as multas que o Benfica sem sofrido com o comportamento dos Adeptos. Pois bem, como penso que é um Benfiquista preocupado com o clube e como revelou educação merece uma resposta e uma explicação.
Caro "Anónimo", vou apenas tentar que perceba o seguinte: se um dia lhe retirassem a sua identidade (leia-se BI ou Cartão do Cidadão caso seja Açoriano ou um dos pensionistas que correu para as lojas do cidadão para os fazer) como se iria sentir? Será que ao lhe retirarem as faixas, as bandeiras, as coreografias, os tambores (só não tiram a voz porque não conseguem) não iria abrir uma tocha ou outra para dar cor? Eu não estou a falar de atirar para um relvado ou contra jogadores. Isso é estúpido. Mas abrir tochas e fumos pelo brilho da cor? Se calhar não nos entende... Mas eu tentei...
Já agora, a talhe de foice, boa decisão do Benfica em ter o jogo com o Belenenses às 16h na Luz. Era uma boa oportunidade para termos uma boa casa (abomino a competição mas os bilhetes estão a bom preço) e dar uma chapada de luva branca nas ditaduras das TV's...

publicado por velhoestilo às 22:54
link | comentar | ver comentários (21) | favorito

Descubra as Diferenças




Para os mais distraídos, passamos a explicar.
A segunda frase (igual à primeira) tem os simbolos do Grupo. A segunda não.
Este tipo de política da SAD do Benfica (que continua a ser a única em Portugal a levantar estes problemas aos seus grupos organizados de Adeptos sobre a capa do "Como é o Benfica eles aproveitam tudo para nos punir") castra a identidade dos grupos e desrespeita a sua história.
Este assunto não é novo e já foi mais que uma vez depatido, apresentado e rebatido aqui neste vosso espaço. A oportunidade de postar isto surge como mote de resposta ao anónimo que comentou as multas que o Benfica sem sofrido com o comportamento dos Adeptos. Pois bem, como penso que é um Benfiquista preocupado com o clube e como revelou educação merece uma resposta e uma explicação.
Caro "Anónimo", vou apenas tentar que perceba o seguinte: se um dia lhe retirassem a sua identidade (leia-se BI ou Cartão do Cidadão caso seja Açoriano ou um dos pensionistas que correu para as lojas do cidadão para os fazer) como se iria sentir? Será que ao lhe retirarem as faixas, as bandeiras, as coreografias, os tambores (só não tiram a voz porque não conseguem) não iria abrir uma tocha ou outra para dar cor? Eu não estou a falar de atirar para um relvado ou contra jogadores. Isso é estúpido. Mas abrir tochas e fumos pelo brilho da cor? Se calhar não nos entende... Mas eu tentei...
Já agora, a talhe de foice, boa decisão do Benfica em ter o jogo com o Belenenses às 16h na Luz. Era uma boa oportunidade para termos uma boa casa (abomino a competição mas os bilhetes estão a bom preço) e dar uma chapada de luva branca nas ditaduras das TV's...

publicado por velhoestilo às 22:54
link | comentar | ver comentários (21) | favorito
Domingo, 11 de Janeiro de 2009

Update de 11 de Janeiro de 2008



Quando finalmente estamos de volta ao primeiro lugar (após o termos perdido no vergonhoso jogo da Trofa) é mais fácil escrever. Mas antes disso há que por em dia a escrita por aqui.



O Benfica voltou a Guimarães para um jogo a meio da semana. Era o único jogo fora do nosso grupo da Taça da Liga (os restantes são o Olhanense e o Belenenses na Luz) e também porventura o mais interessante de todos.

Este jogo teve uma assistência muito inferior ao jogo do campeonato, e o facto de ser a meio da semana reflectiu-se na deslocação de ultras benfiquistas. Números bastante inferiores aos do campeonato. De notar também o excesso de zelo da PSP de Guimarães. Em ritmo de vingança dos acontecimentos do campeonato resolveram proibir os benfiquistas de usar grande parte do seu material de apoio. Para estes senhores o futebol deveria ser "fan free"...

O "nosso" FS resolveu escrever outra crónica que vos deixo na integra, com os devidos agradecimentos:

"Finalmente uma vitória, e logo frente ao adversário mais difícil, julgo eu, devemos por isso estar contentes.
Apesar disso, continuamos a falhar a 1 º ocasião de golo clara que temos, Aimar, de novo, permitiu a defesa a Nilson e na sequência da jogada Di Maria permite também a defesa para canto ao guarda-redes do Vitória. Mesmo assim permitimos demasiados cruzamentos para área, o treinador dos “Aselhas” referiu 39, e pontapés de cantos também. Ficou um penalty por marcar, sim, contra o Benfica, mas também um fora de jogo ao Di Maria e uma falta de Suazo na área, foram mal assinaladas. Se o Cajuda quer dar desculpas, então que diga tudo o que se passou.
Critiquei o Di Maria no último jogo contra o Trofense, portanto agora há que referir que esteve melhor tanto a atacar como ajudou a defender, e fê-lo melhor.
Mas o que interessa é que ganhamos. Façam-me só um favor: tentem o Ruben Amorim ao meio com o Katsouranis. Pode dar resultado quem sabe.

Quanto á presença dos Diabos, de Lisboa e Alcobaça viajaram 10 ultras, aos quais se juntaram os Núcleos do Norte (RESPECT A TODOS ELES) em grande número. Cerca de 70 elementos fizeram o cortejo até ao Estádio, onde se deu inicio à birra da noite. Mas já lá vamos. A festa foi a que se viu, com o pessoal sempre a cantar, tentando fazer com que o resto do público benfiquista também aderisse aos cânticos. Tanto na 1º parte, como na 2º, o apoio foi constante e no final os jogadores agradeceram o apoio. Bom momento foi a troca de “BENFIIIIIIIICA” entre os Diabos (que relembraram imediatamente a situação de Coimbra) e os elementos da Curva Sul da Luz.
É verdade, por causa do jogo do campeonato, em que se abriram várias tochas, e em que as cadeiras do estádio foram “esventradas” dos seus lugares, as faixas e bandeiras tiveram que ficar de fora. Só se soube da razão depois. Enquanto isso na entrada do Estádio os stewards e os polícias dedicavam-se a bater com os pés no chão e a dizer: “- Não entra, não entra, não entra!!!” Nem a bandeira do Benfica entrou, NADA diziam eles. Mesmo assim deviam ter visto a cara de um dos chefes quando chegou a bancada e olhou para os vidros que separam os adeptos do relvado, e viu que estava tudo cheio de bandeiras e faixas de núcleos como a foto documenta, Foi muito bom de ver, a raiva com que aquele homem ficou.
Uma nota que queria aqui deixar é também o facto de, não custar muito partir uma cadeira em Guimarães. Basta tropeçar na bancada e apoiar-se numa cadeira e lá vai ela para o galheiro. Foi isso que aconteceu com um Ultra dos nossos, que por causa disso foi identificado na Esquadra local.
Novidade foi também a saída dos grupos do Benfica, ao mesmo tempo que os adeptos do Guimarães mas é mais fácil atirar pedras de longe do que vir ter com o pessoal, mesmo ali á frente."

Queria também destacar a primeira presença "oficial" dos Rude Fans... Sejam bem vindos !!! E as declarações do Carlos Martins.

Entretanto, recebemos outro e-mail de teor mais preocupante referente à situação vivida com a psp em Guimarães:

"Sejamos sinceros, ninguém gosta da polícia, ou pelo menos, já teve razões de queixa dela. Seja pela incompetência, violência desnecessária, caça à multa, intransigência… Se criássemos um círculo fechado com todos os elementos da sociedade, policias e bandidos estariam lado a lado. E o que se passou ontem em Guimarães, foi mais um reflexo disso.
Mas primeiro contextualizemos. Nas vésperas de 2004, o governo, representado pelo Ministério da Administração Interna, decidiu reformular todo o conceito de policiamento em recintos desportivos, nomeadamente nos estádios de futebol. Nessa altura foi criada uma força policial dedicada a todos os assuntos relacionados com a segurança no desporto. A essa força, deram o nome de SPOTTERS. Os SPOTTERS são agentes da PSP, especializados no acompanhamento de proximidade de adeptos e equipas desportivas. Deviam ser eles os responsáveis por decidir todas as questões de segurança que envolvam a deslocação e actuação dos adeptos, em particular das claques. Digo deviam, porque infelizmente não é isso que acontece.
Em Portugal, vigora a lei do Xerife local, onde o comandante do destacamento local é dono e senhor de toda a razão, seja ela qual for. Aspectos importantes como a experiência e proximidade dos SPOTTERS junto das claques são delegadas para segundo plano, e assim sendo a sua função deixa de fazer sentido.
É neste contexto que entra o “Jarbas”. O Jarbas é um agente da polícia de Guimarães, novo, inexperiente, e que vê num jogo grande e de alto risco como o V. Guimarães-Benfica, uma oportunidade de mostrar serviço, e puxar dos galões, de forma a dar visibilidade a ele mesmo com vista a futuras promoções. Para ele, a polícia que acompanha as claques de Lisboa servem apenas para fazer número, e os responsáveis das claques, apenas mais uns num rebanho que pretende guiar e controlar, qual pastor transmontano. O Jarbas é a pessoa que vemos nesta foto.
Este senhor, responsável pela operação policial do jogo de ontem, decidiu que nenhuma faixa dos grupos do Benfica entraria no estádio. Porquê? Por VINGANÇA. Sim caros leitores, leram bem VINGANÇA, dita com todas as letras e dita na cara aqui do vosso escritor. Vingança pelo que se passou no jogo anterior em Guimarães, e que esta era forma de passarem uma mensagem para o exterior.
Perguntam vocês, mensagem do quê? Se entraram panos e faixas dos grupos do Benfica? Se as claques e adeptos do Guimarães puderam entrar com todo o seu material sem problemas? Pois bem… eu acho que passou uma mensagem de incompetência e profundo amadorismo. Uma pessoa que não acata com conselhos de polícias e adeptos mais experientes que ele nestas lides, não merece o respeito nem o cargo que aufere.
Que ganhou ele ontem com esta postura? Duas coisas, pelo menos. A certeza que os adeptos vimaranenses que se deslocarem à Luz irão sofrer severas consequênicas, e que os adeptos Benfiquistas que se deslocarem na próxima vez a Guimarães irão já preparados para contornar a policia, e se possível afronta-la à mínima ocorrência.
É com pessoas como o Jarbas, que estão à frente da segurança de eventos, que os problemas ocorrem e se generalizam. Não estará na altura de se repensar nas pessoas que ocupam cargos desta responsabilidade? Não estará na altura de se começar a justificar os gastos elevados que se tem neste tipo de policiamento? É que gastar o dinheiro que se gasta em operações deste género, onde o objectivo é apenas a publicidade para os meios de comunicação, estando o país na crise que está, não é correcto nem ético. Porque onde este tipo de força é realmente necessário, já não se vê tanta vontade em mostrar serviço.

Relativamente ao jogo propriamente dito, não vou tecer comentários, até porque nem não gosto muito de futebol. Um desporto onde os dirigentes e jogadores não respeitam o símbolo que representam e a massa adepta que lhes paga os vícios, não merece uma linha de prosa minha. Vou antes falar sobre o ambiente. Do 12º jogador. Os adeptos.
Guimarães é a melhor deslocação neste momento, para os adeptos do Benfica. A entrega das gentes locais, e fervor dos seus adeptos é impar em Portugal, e um modelo para todos. É sem sombra de dúvidas a deslocação mais apetecida neste momento, e termos ido lá pela quarta vez em menos de um ano, ainda é pouco. Fossem todos os jogos assim, e o campeonato não estaria enterrado em estádios vazios.
Os adeptos do Guimarães estiveram ruidosos, com as suas várias claques a mostrar serviço, ajudadas sobretudo por uma boa massa adepta que apoia a 100% o seu clube. Bastantes ruidosos, e com muito movimento e alguma cor.
Do Benfica, mais de duas centenas de membros repartidas entre Diabos e NN, fizeram questão de comparecer, após uma derrota vergonhosa na Trofa. Bastante confusão cá fora por causa da questão do material e da intransigência das forças locais. O apoio esse, foi o possível, num estádio ruidoso, mesmo assim com bons momentos, pecando talvez o facto de ainda haver a teimosia de não se cantar em conjunto.
À saída as habituais confusões e correrias, que nada mais serviram do que aquecer o corpo numa noite gelada.
Até um dia destes.

Um Suspeito do Costume"

Brilhante este texto da Leonor Pinhão (começo a achar que se calhar necessitamos de uma mulher presidente do Benfica):



Vencido o importante jogo da Taça da Liga (importante porque era imperioso para o Benfica vencer após o desaire da Trofa) seguiu-se um osso "duro de roer": o Braga do Cruyff da Pedreira, o enorme Jorge "Fair Play é Um Treta" Jesus.

Com mais uma péssima arbitragem (desta vez pendeu para o nosso lado) o Benfica conseguiu vencer o Braga com um golo (em fora de jogo...) do David Luiz (mais uma vez encostado à esquerda). O jogo foi equilibrado, o Benfica continua sem jogar um futebol fluido mas hoje (como em Guimarães) demonstrou querer ganhar o jogo. Sendo esse "querer" essencial a qualquer equipa que quer ganhar titúlos pode ser que os sermões do Presidente (ndr: já repararam que quando não dá entrevistas e se mantém longe o Benfica volta a lider? ehehe) e do Director Desportivo tenham surtido efeito. Estamos novamente na frente (empatados com os jeovás, mas na frente...). A deslocação a Belém é então de enorme importância para todos.

Quanto ao jogo de hoje (e falando de adeptos) há que destacar uma boa presença dos adeptos bracarenses, sendo uns 800 em que cerca de metade pertenceriam aos grupos organizados. Apoiaram durante a maioria do jogo mas há semelhança dos benfiquistas também estiveram bastantes momentos em silêncio, ou então entretidos em provocar os benfiquistas dos sectores mais próximos. A Norte e a Sul foram abertas tochas nos golos. E... apenas isso. Numa noite fria salvaram-se os três pontos... e o empate do Trofense no Dragum...

Update 12/01/2008: Por ter entrado no Estádio já com o jogo a decorrer não referi a frase gigante dos NN: "Força Glorioso SLB", que foi exibida no início do jogo saudando a equipa. Bom mote.
publicado por velhoestilo às 23:23
link | comentar | ver comentários (24) | favorito

Update de 11 de Janeiro de 2008



Quando finalmente estamos de volta ao primeiro lugar (após o termos perdido no vergonhoso jogo da Trofa) é mais fácil escrever. Mas antes disso há que por em dia a escrita por aqui.



O Benfica voltou a Guimarães para um jogo a meio da semana. Era o único jogo fora do nosso grupo da Taça da Liga (os restantes são o Olhanense e o Belenenses na Luz) e também porventura o mais interessante de todos.

Este jogo teve uma assistência muito inferior ao jogo do campeonato, e o facto de ser a meio da semana reflectiu-se na deslocação de ultras benfiquistas. Números bastante inferiores aos do campeonato. De notar também o excesso de zelo da PSP de Guimarães. Em ritmo de vingança dos acontecimentos do campeonato resolveram proibir os benfiquistas de usar grande parte do seu material de apoio. Para estes senhores o futebol deveria ser "fan free"...

O "nosso" FS resolveu escrever outra crónica que vos deixo na integra, com os devidos agradecimentos:

"Finalmente uma vitória, e logo frente ao adversário mais difícil, julgo eu, devemos por isso estar contentes.
Apesar disso, continuamos a falhar a 1 º ocasião de golo clara que temos, Aimar, de novo, permitiu a defesa a Nilson e na sequência da jogada Di Maria permite também a defesa para canto ao guarda-redes do Vitória. Mesmo assim permitimos demasiados cruzamentos para área, o treinador dos “Aselhas” referiu 39, e pontapés de cantos também. Ficou um penalty por marcar, sim, contra o Benfica, mas também um fora de jogo ao Di Maria e uma falta de Suazo na área, foram mal assinaladas. Se o Cajuda quer dar desculpas, então que diga tudo o que se passou.
Critiquei o Di Maria no último jogo contra o Trofense, portanto agora há que referir que esteve melhor tanto a atacar como ajudou a defender, e fê-lo melhor.
Mas o que interessa é que ganhamos. Façam-me só um favor: tentem o Ruben Amorim ao meio com o Katsouranis. Pode dar resultado quem sabe.

Quanto á presença dos Diabos, de Lisboa e Alcobaça viajaram 10 ultras, aos quais se juntaram os Núcleos do Norte (RESPECT A TODOS ELES) em grande número. Cerca de 70 elementos fizeram o cortejo até ao Estádio, onde se deu inicio à birra da noite. Mas já lá vamos. A festa foi a que se viu, com o pessoal sempre a cantar, tentando fazer com que o resto do público benfiquista também aderisse aos cânticos. Tanto na 1º parte, como na 2º, o apoio foi constante e no final os jogadores agradeceram o apoio. Bom momento foi a troca de “BENFIIIIIIIICA” entre os Diabos (que relembraram imediatamente a situação de Coimbra) e os elementos da Curva Sul da Luz.
É verdade, por causa do jogo do campeonato, em que se abriram várias tochas, e em que as cadeiras do estádio foram “esventradas” dos seus lugares, as faixas e bandeiras tiveram que ficar de fora. Só se soube da razão depois. Enquanto isso na entrada do Estádio os stewards e os polícias dedicavam-se a bater com os pés no chão e a dizer: “- Não entra, não entra, não entra!!!” Nem a bandeira do Benfica entrou, NADA diziam eles. Mesmo assim deviam ter visto a cara de um dos chefes quando chegou a bancada e olhou para os vidros que separam os adeptos do relvado, e viu que estava tudo cheio de bandeiras e faixas de núcleos como a foto documenta, Foi muito bom de ver, a raiva com que aquele homem ficou.
Uma nota que queria aqui deixar é também o facto de, não custar muito partir uma cadeira em Guimarães. Basta tropeçar na bancada e apoiar-se numa cadeira e lá vai ela para o galheiro. Foi isso que aconteceu com um Ultra dos nossos, que por causa disso foi identificado na Esquadra local.
Novidade foi também a saída dos grupos do Benfica, ao mesmo tempo que os adeptos do Guimarães mas é mais fácil atirar pedras de longe do que vir ter com o pessoal, mesmo ali á frente."

Queria também destacar a primeira presença "oficial" dos Rude Fans... Sejam bem vindos !!! E as declarações do Carlos Martins.

Entretanto, recebemos outro e-mail de teor mais preocupante referente à situação vivida com a psp em Guimarães:

"Sejamos sinceros, ninguém gosta da polícia, ou pelo menos, já teve razões de queixa dela. Seja pela incompetência, violência desnecessária, caça à multa, intransigência… Se criássemos um círculo fechado com todos os elementos da sociedade, policias e bandidos estariam lado a lado. E o que se passou ontem em Guimarães, foi mais um reflexo disso.
Mas primeiro contextualizemos. Nas vésperas de 2004, o governo, representado pelo Ministério da Administração Interna, decidiu reformular todo o conceito de policiamento em recintos desportivos, nomeadamente nos estádios de futebol. Nessa altura foi criada uma força policial dedicada a todos os assuntos relacionados com a segurança no desporto. A essa força, deram o nome de SPOTTERS. Os SPOTTERS são agentes da PSP, especializados no acompanhamento de proximidade de adeptos e equipas desportivas. Deviam ser eles os responsáveis por decidir todas as questões de segurança que envolvam a deslocação e actuação dos adeptos, em particular das claques. Digo deviam, porque infelizmente não é isso que acontece.
Em Portugal, vigora a lei do Xerife local, onde o comandante do destacamento local é dono e senhor de toda a razão, seja ela qual for. Aspectos importantes como a experiência e proximidade dos SPOTTERS junto das claques são delegadas para segundo plano, e assim sendo a sua função deixa de fazer sentido.
É neste contexto que entra o “Jarbas”. O Jarbas é um agente da polícia de Guimarães, novo, inexperiente, e que vê num jogo grande e de alto risco como o V. Guimarães-Benfica, uma oportunidade de mostrar serviço, e puxar dos galões, de forma a dar visibilidade a ele mesmo com vista a futuras promoções. Para ele, a polícia que acompanha as claques de Lisboa servem apenas para fazer número, e os responsáveis das claques, apenas mais uns num rebanho que pretende guiar e controlar, qual pastor transmontano. O Jarbas é a pessoa que vemos nesta foto.
Este senhor, responsável pela operação policial do jogo de ontem, decidiu que nenhuma faixa dos grupos do Benfica entraria no estádio. Porquê? Por VINGANÇA. Sim caros leitores, leram bem VINGANÇA, dita com todas as letras e dita na cara aqui do vosso escritor. Vingança pelo que se passou no jogo anterior em Guimarães, e que esta era forma de passarem uma mensagem para o exterior.
Perguntam vocês, mensagem do quê? Se entraram panos e faixas dos grupos do Benfica? Se as claques e adeptos do Guimarães puderam entrar com todo o seu material sem problemas? Pois bem… eu acho que passou uma mensagem de incompetência e profundo amadorismo. Uma pessoa que não acata com conselhos de polícias e adeptos mais experientes que ele nestas lides, não merece o respeito nem o cargo que aufere.
Que ganhou ele ontem com esta postura? Duas coisas, pelo menos. A certeza que os adeptos vimaranenses que se deslocarem à Luz irão sofrer severas consequênicas, e que os adeptos Benfiquistas que se deslocarem na próxima vez a Guimarães irão já preparados para contornar a policia, e se possível afronta-la à mínima ocorrência.
É com pessoas como o Jarbas, que estão à frente da segurança de eventos, que os problemas ocorrem e se generalizam. Não estará na altura de se repensar nas pessoas que ocupam cargos desta responsabilidade? Não estará na altura de se começar a justificar os gastos elevados que se tem neste tipo de policiamento? É que gastar o dinheiro que se gasta em operações deste género, onde o objectivo é apenas a publicidade para os meios de comunicação, estando o país na crise que está, não é correcto nem ético. Porque onde este tipo de força é realmente necessário, já não se vê tanta vontade em mostrar serviço.

Relativamente ao jogo propriamente dito, não vou tecer comentários, até porque nem não gosto muito de futebol. Um desporto onde os dirigentes e jogadores não respeitam o símbolo que representam e a massa adepta que lhes paga os vícios, não merece uma linha de prosa minha. Vou antes falar sobre o ambiente. Do 12º jogador. Os adeptos.
Guimarães é a melhor deslocação neste momento, para os adeptos do Benfica. A entrega das gentes locais, e fervor dos seus adeptos é impar em Portugal, e um modelo para todos. É sem sombra de dúvidas a deslocação mais apetecida neste momento, e termos ido lá pela quarta vez em menos de um ano, ainda é pouco. Fossem todos os jogos assim, e o campeonato não estaria enterrado em estádios vazios.
Os adeptos do Guimarães estiveram ruidosos, com as suas várias claques a mostrar serviço, ajudadas sobretudo por uma boa massa adepta que apoia a 100% o seu clube. Bastantes ruidosos, e com muito movimento e alguma cor.
Do Benfica, mais de duas centenas de membros repartidas entre Diabos e NN, fizeram questão de comparecer, após uma derrota vergonhosa na Trofa. Bastante confusão cá fora por causa da questão do material e da intransigência das forças locais. O apoio esse, foi o possível, num estádio ruidoso, mesmo assim com bons momentos, pecando talvez o facto de ainda haver a teimosia de não se cantar em conjunto.
À saída as habituais confusões e correrias, que nada mais serviram do que aquecer o corpo numa noite gelada.
Até um dia destes.

Um Suspeito do Costume"

Brilhante este texto da Leonor Pinhão (começo a achar que se calhar necessitamos de uma mulher presidente do Benfica):



Vencido o importante jogo da Taça da Liga (importante porque era imperioso para o Benfica vencer após o desaire da Trofa) seguiu-se um osso "duro de roer": o Braga do Cruyff da Pedreira, o enorme Jorge "Fair Play é Um Treta" Jesus.

Com mais uma péssima arbitragem (desta vez pendeu para o nosso lado) o Benfica conseguiu vencer o Braga com um golo (em fora de jogo...) do David Luiz (mais uma vez encostado à esquerda). O jogo foi equilibrado, o Benfica continua sem jogar um futebol fluido mas hoje (como em Guimarães) demonstrou querer ganhar o jogo. Sendo esse "querer" essencial a qualquer equipa que quer ganhar titúlos pode ser que os sermões do Presidente (ndr: já repararam que quando não dá entrevistas e se mantém longe o Benfica volta a lider? ehehe) e do Director Desportivo tenham surtido efeito. Estamos novamente na frente (empatados com os jeovás, mas na frente...). A deslocação a Belém é então de enorme importância para todos.

Quanto ao jogo de hoje (e falando de adeptos) há que destacar uma boa presença dos adeptos bracarenses, sendo uns 800 em que cerca de metade pertenceriam aos grupos organizados. Apoiaram durante a maioria do jogo mas há semelhança dos benfiquistas também estiveram bastantes momentos em silêncio, ou então entretidos em provocar os benfiquistas dos sectores mais próximos. A Norte e a Sul foram abertas tochas nos golos. E... apenas isso. Numa noite fria salvaram-se os três pontos... e o empate do Trofense no Dragum...

Update 12/01/2008: Por ter entrado no Estádio já com o jogo a decorrer não referi a frase gigante dos NN: "Força Glorioso SLB", que foi exibida no início do jogo saudando a equipa. Bom mote.
publicado por velhoestilo às 23:23
link | comentar | ver comentários (24) | favorito
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2009

Vai um Jantar?

Isto é o BENFICA. Clickar aqui.
publicado por velhoestilo às 11:54
link | comentar | ver comentários (3) | favorito

Vai um Jantar?

Isto é o BENFICA. Clickar aqui.
publicado por velhoestilo às 11:54
link | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009

Um Olhar Espanhol

No dia em que surgem "notícias" que estará para breve a "chicotada" na Luz (mais uma vez é o treinador o Elo mais fraco do possível falhanço...) eis que li com alguma atenção o texto que foi disponibilizado no Novo Benfica.

Trata-se de um artigo do jornalista espanhol Axel Torres. Para quem perceba minimamente de castelhano vale a pena perder algum tempo. Ler aqui.

Já agora, a polémica entrevista (segundo o Fernando Seara no "Dia Seguinte") no El Pais por parte do Quique Flores. Aqui.

E para finalizar, e já que se fala de programas da treta, não é que a votação levada a cabo no "Trio D'Ataque" para encontrar um culpado para a crise benfiquista (os votados eram: jogadores, presidente, treinador e director desportivo) deu uma maioria absoluta de 75% ao Presidente Vieira? Nem o Sócrates é capaz de pedir uma maioria tão acentuada... Força aí Presidente !!!
publicado por velhoestilo às 10:29
link | comentar | ver comentários (4) | favorito

Um Olhar Espanhol

No dia em que surgem "notícias" que estará para breve a "chicotada" na Luz (mais uma vez é o treinador o Elo mais fraco do possível falhanço...) eis que li com alguma atenção o texto que foi disponibilizado no Novo Benfica.

Trata-se de um artigo do jornalista espanhol Axel Torres. Para quem perceba minimamente de castelhano vale a pena perder algum tempo. Ler aqui.

Já agora, a polémica entrevista (segundo o Fernando Seara no "Dia Seguinte") no El Pais por parte do Quique Flores. Aqui.

E para finalizar, e já que se fala de programas da treta, não é que a votação levada a cabo no "Trio D'Ataque" para encontrar um culpado para a crise benfiquista (os votados eram: jogadores, presidente, treinador e director desportivo) deu uma maioria absoluta de 75% ao Presidente Vieira? Nem o Sócrates é capaz de pedir uma maioria tão acentuada... Força aí Presidente !!!
publicado por velhoestilo às 10:29
link | comentar | ver comentários (4) | favorito

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Game Over... Insert Coin....

. A ingrata final

. De Londres a Lisboa...

. Á Campeão

. Um Campeão Renovou

. Até Quando?

. É OFICIAL

. Adepto

. Enorme Minoria

. Comunicado Diabos Vermelh...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds