Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

Update de 3 de Dezembro de 2008

Sport Lisboa e Benfica 2-2 Vitória FC Estádio da Luz Assistência:25.921 espectadores Golos: 35' Laionel (VFC), 48' Katsouranis (SLB), 59' Suazo(SLB) e 90' Anderson (VFC)

O Benfica tinha nesta partida a possibilidade de assumir o primeiro lugar do Campeonato Nacional. O lugar que todos desejamos.
Mais uma vez (à semelhança do que aconteceu em Atenas) a equipa não aguentou a pressão. E apesar do final não ser tão triste acaba por ser frustrante para os apenas 25 mil espectadores (uns 50 do Vitória de Setúbal - incompreensível para um clube que até arrasta boas massas adeptas) que foram à Luz (onde anda a Onda Vermelha???) numa noite gelada com a expectativa do abraçar do comando da Liga. O golo mal anulado e o "frango" do Quim não explicam tudo. É cedo para fazer contas e balanços, mas a verdade é que o "estado de Graça" da dupla Quique / Rui Costa começa a terminar e a partir de agora (com a Taça UEFA fora dos planos) qualquer ponto perdido é uma desilusão. Será a equipa capaz de aguentar esta pressão? A ver vamos...

Em relaçao ao apoio um pouco como a noite: frio. Tanto a Sul como a Norte apenas a espaços. A Sul apareceu novamente a frase que fez furor em Coimbra (noite memorável para a Sul) "Vencam por Nós". Um pouco à onda italiana apareceu também um pano com o nome dos elementos detidos. Boa iniciativa.

Este fim de semana segue-se uma deslocação sempre difícil à Madeira. E depois um sensacional Leixões-Benfica para a Taça. Dois testes à capacidade dos rapazes do Quique. Dois testes (especialmente o segundo) à capacidade de sacrifício dos adeptos.

O caminho é só um: vencer !

Entretanto o L. enviou-nos o seguinte email. A situação que passou em si não parece muito relevante. A mensagem essa sim diz muito. Quem nunca pensou em desistir? Com os devidos agradecimentos, na integra:

"Sou um miúdo. Um miúdo que desde pequeno sempre amou o Benfica e tinha como sonho um dia fazer parte dos Diabos Vermelhos. Por isso, quando tinha ainda 11 anos encomendei uma camisola dos Diabos por correio. Foi como parte do sonho tivesse sido concretizado. A outra parte foi quando já com 14 anos entrei para os Diabos. Desde esse dia já perdi conta aos jogos que fui e ao dinheiro que gastei com o Benfica.

Desde que entrei os Diabos foram sempre decrescendo numericamente. Mas eu sempre fui gostando de fazer parte deste grupo. Hoje em dia é o que sabemos. São poucos os que resistem. Nunca fui muito adepto de discursos demagogos nem frases feitas e por isso também não me encontro muito feliz com a actual situação. Os jogos em casa têm cada vez menos gente e fora lá nos vamos desenrascando.

No passado dia 23 o Benfica jogou em Coimbra. Não éramos muitos e os rapazes sem nome deram o show do costume. Á parte disso houve um assunto que me chateou. Assunto esse que me motivou no dia seguinte a ir ao Estádio da Luz pedir para me anularem o cativo e no jogo seguinte me mudarem de zona (não, não era para a central). Feito isso passei a semana toda a remoer sobre o assunto: “Terei feito bem, terei feito mal?”- perguntava-me. Admito que essa não tenha sido a única razão que me levou a fazer isso, talvez um pouco de desmotivação pela fraca adesão de pessoas aos jogos.

Chegado o dia do jogo com o Setúbal e já na Luz, comecei a sentir remorsos da minha decisão. Sentia-me cobarde. Cobarde por estar a abandonar o grupo que me deu a mão era ainda eu uma criança. Cobarde por estar a abandonar a curva que tantas alegrias me deu. Cobarde, acima de tudo, por estar a abandonar os meus amigos. Sentia-me também egoísta, por estar a pensar só em mim e não naqueles que sei que jamais me deixariam para trás. Acho que percebi que, acima de tudo, o melhor significado para a palavra ultra é amizade. Dito isto não fiz mais que falar com o JP a explicar as minhas razões e de seguida pedir para me anularem o bilhete e me meterem de volta na minha curva.

Bem sei que não devo ter sido o único a ter tido semelhante ideia. É difícil ver o nosso grupo com pouca gente e outro constantemente a dar festivais. Mas com esta situação percebi que há muitas mais coisas além do número. Podia ter ido para outro lado qualquer do estádio mas não me sentiria bem. Não tinha ninguém ao lado para festejar os golos ou para chamar nomes ao árbitro. Não sentiria aquela sensação de estar com os meus amigos, com os meus companheiros. E isso, o número não compra. Que sirva de exemplo...


Amo-te Curva // Carrega Nandinha"

Finalmente, o apoio ao VE surge de onde menos se espera:



publicado por velhoestilo às 22:50
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29


.posts recentes

. Game Over... Insert Coin....

. A ingrata final

. De Londres a Lisboa...

. Á Campeão

. Um Campeão Renovou

. Até Quando?

. É OFICIAL

. Adepto

. Enorme Minoria

. Comunicado Diabos Vermelh...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.tags

. todas as tags

.links

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds